Programa - Frente Estadual de Auxílio ao Desemprego.

14/08/2020

A Prefeitura do Município de Taquaral/SP, em parceria com a Secretaria de
Emprego e Relações do Trabalho, informa que estão abertas as inscrições para o PEAD – PROGRAMA ESTADUAL DE AUXÍLIO AO DESEMPREGO, com inscrição entre os dias 17 e 21 de agosto de 2020, no CRAS – Centro de Referência da Assistência Social.

Os interessados devem ter a partir de 17 anos completos, e deverão comparecer ao CRAS, das 7:30 as 11:00 com documentos pessoas (CPF, RG, Carteira de Trabalho, comprovante de residência).

O QUE É? COMO FUNCIONA E CRITERIOS DE SELEÇÃO;

Proporciona ocupação, qualificação profissional e renda pra trabalhadores desempregados há no mínimo 1 ano, maiores de 17 anos e residentes há pelo menos 2 anos no Estado de São Paulo, por meio de uma atividade produtiva e cursos de qualificação profissional. O bolsista permanece no programa por até 9 meses, com jornada de atividades de 6 horas diárias, 4 dias por semana e se obriga a participar, no quinto dia, de um curso de qualificação profissional ou alfabetização. Recebe ainda, mensalmente, uma bolsa-auxílio.

PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES ATÉ 22/08/2020

NÃO PERCAM ESTA OPORTUNIDADE!!! INTERESSADOS O CRAS ESTARÁ ABERTO NESTE SÁBADO, DAS 7:30 AS 11:00 PARA PRORROGAÇÃO DAS INSCRIÇÕES DO PROGRAMA!

NÃO HAVERÁ NOVA PRORROGAÇÃO

PARTICIPEM!!!

Prefeitura do Município de Taquaral/SP, em parceria com a Secretaria de Emprego e Relações do Trabalho, informa que estão abertas as inscrições para o PEAD – PROGRAMA ESTADUAL DE AUXÍLIO AO DESEMPREGO, com inscrição entre os dias 17 e 21 de agosto de 2020, no CRAS – Centro de Referência da Assistência Social.

Os interessados devem ter a partir de 17 anos completos, e deverão comparecer ao CRAS, das 7:30 as 11:00 com documentos pessoas (CPF, RG, Carteira de Trabalho, comprovante de residência).

O QUE É? COMO FUNCIONA E CRITÉRIOS DE SELEÇÃO;

Proporcionar ocupação, qualificação profissional e renda para trabalhadores desempregados há no mínimo 1 ano, maiores de 17 anos e residentes há pelo menos 2 anos no Estado de São Paulo, por meio de uma atividade produtiva e cursos de qualificação profissional. O bolsista permanece no programa por até 9 meses, com jornada de atividades de 6 horas diárias, 4 dias por semana e se obriga a participar, no quinto dia, de um curso de qualificação profissional ou alfabetização. Recebe ainda, mensalmente, uma bolsa-auxílio.